Montreal By Night
Pally Masters Play By Forum

1º PASSO: Se Registre no fórum

2º PASSO: Entre em contato com o Narrador Mikael Strigoi via MP ou então faça Login no Chatbox do fórum.

3º PASSO: Entre em nosso grupo no Facebook: Fórum Pally Masters

4º PASSO: Divirta-se

IMPORTANTE:
Como os temas abordados nas crônicas do Sabá (e principalmente de Montreal) são bastante fortes se recomenda que os jogadores tenham 16 anos ou mais.

Lucius Manfred Kirszvein

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Lucius Manfred Kirszvein

Mensagem  Lucius Manfred Kirszvein em Sex Nov 21, 2014 5:06 pm

A biografia
Lucius Manfred Kirszvein nasceu em 1990 em Berlim , Alemanha , no mesmo ano da queda do Muro de Berlim. Lucius provinha do lado capitalista de Berlim , logo , fazia parte da pouca classe média alta que existia na época.
Dotado de uma inteligência incomum , Lucius optou , após o divórcio de seus pais , que eram comerciantes de especiarias(sua mãe possuía uma loja de antiguidades , alem de penhorar coisas , enquanto seu pai fazia empréstimos), quando tinha 11 anos de idade , seguir junto a seu pai e então deixou a Alemanha para morar em Montreal , onde almejava graduar-se em alguma instituição de ensino superior. A princípio , pensava em alguma área de biológicas , depois que cresceu e amadureceu melhor a mente , mudou os rumos de seu pensamento para as ciências humanas.
Começou Filosofia , fez por um ano , parou devido sua mãe estar gravemente doente , logo , resolveu voltar a sua terra natal e ficar a seu lado em seus últimos momentos. E assim foi , até chegar a morte dela , 2 meses depois.
Voltou a Montreal e decidiu recomeçar a vida acadêmica. Ainda estava nos seus 17 anos , possuía muito tempo para os estudos.
Começou então a cursar Economia , fez por meio ano até seu pai entrar em depressão e se envolver com drogas , trazendo constantes problemas para Lucius , que decidiu cuidar de sue pai de qualquer maneira. E assim foi por 4 infernais meses até seu pai ser encontrado enforcado na sala de estar de sua casa.
Anna Clarisnov
Lucius não possuía irmãos nem outros parentes em linha reta , o que sobrou de herança para si , resolveu aplicar para seus estudos , em honra a memória de seus pais , agora mortos. Então , resolver recomeçar mais uma vez , agora com 18 anos , conseguiu o feito de cursar Direito. Foi nesse período de graduação , quando já estava na idade de 20 anos que conheceu Anna Clarisnov , filha de russos nascida em Montreal. Anna foi a luz da esperança no coração adormecido e solitário de Lucius . Com ela a seu lado , Lucius sentia que finalmente poderia enxergar um futuro , um amanhã. Após se formar e conseguir um emprego de professor em uma outra Universidade ainda em Montreal aos 22 anos , sentia-se seguro depois de tantos anos.
O abraço
Tudo começou em uma noite de chuva forte , que gerou uma pequena gripe até descobrir que havia desenvolvido câncer pulmonar incurável em si. Lucius desabara emocionalmente mais uma vez...curiosamente , mesmo fazendo um tratamento a fim de retardar o desenvolvimento de sua doença , não deixou de ministrar suas aulas de Filosofia e Economia Aplicada ao Direito na Universidade que trabalhava. Pois possuía um dever a ser cumprido ali , e assim o faria enquanto pudesse.
Lucius não sabe quanto tempo passou sendo observado. Seu abraço aconteceu de maneira rápida enquanto estava sozinho em seu leito , já aos seus 24 anos de idade. A verdade é que o tratamento não estava rendendo tanto quanto deveria e Lucius já estava um caos emocional , coincidentemente , quando seu senhor decidiu Abraçá-lo , Lucius estava decidido a dar um fim a sua vida de vez , assim sendo , no hospital foi dado como morto e o corpo encaminhado para exumação , na noite em que acordou para sua nova não-vida , foi tomado conhecimento de que um corpo havia desaparecido do hospital.
A iniciação
-Minha iniciação? Se gostaria mesmo de saber , foi comum como a grande maioria , tive que cavar minha própria cova e depois ser enterrado para escapar com as próprias mãos...foi horrível , porém , curiosamente , me tornou um pouco mais...irredutível emocionalmente. Sim , é isso que acontece com todos , certo? A diferença na minha iniciação é que além do ritual da Pá , também tive que escrever uma narrativa de 16 páginas para o meu Senhor , sendo esta escrita feita com meu próprio vitae , o qual tive que retirar de mim através de múltiplas mutilações.
Seu recomeço na não-existência e opinião sobre ser Abraçado.
-Após a iniciação na Seita , meu Senhor me ensinou as coisas essenciais sobre o Sabá , toda a Hierarquia , toda a história (ou ao menos tudo que ele quis que eu soubesse) , sobre a malícia e a arte de ser um Cainita , e sobre o nosso clã , os Kiasyd , um clã raro e de poucos indivúduos. Mal comecei a existir como cainita e ele estabeleceu um local , um refúgio para que eu morasse , e , bom...é maravilhoso! Toda uma casa debaixo da terra , feita de paredes e piso de pedra , nos subterrâneos de uma biblioteca particular em um bairro nobre de Montreal.Fora também os poderes sobrenaturais que conseguiu aprender demasiado rápido , já que meu Senhor se mostrava , por vezes , contente , se não impressionado com meu rápido progresso.
-Eu perderia tudo que eu havia conquistado para uma maldita doença . Agora , uma nova chance me foi dada , e o melhor : o tempo agora inatinge meu ser , agora , posso ser paciente pois não preciso mais me preocupar com o tempo curto que uma frágil vida mortal dura. Agora posso adquirir bastante conhecimento , e informação é poder. Uma nova vida me foi dada , devo ao meu Senhor por isso , devo ao Sabá esta chance de ser útil. Se for merecedor suficiente , quem sabe consigo me tornar um exímio Bispo...
Anna...

Mote pessoal : “Não menospreze quem não se joga de peito aberto nas linhas de frente , meu caro...as vezes , duas linhas de palavras escritas podem mudar o rumo de uma guerra mais eficazmente que arrancar meia dúzia de cabeças...”
Montreal-presente
Havia o que? 3 meses apenas que havia sido Abraçado. A ‘’iniciação da Pá’ , como chamava , altera e muito a mente dos indivíduos , principalmente na questão da humanidade existente em si. Sua aparência havia mudado um pouco também , devido ao clã que fora agraciado.
Passava a maior parte do seu tempo disponível lendo os livros de ‘’sua’’ vasta biblioteca , já que não havia acontecido nada inusitado ainda.
25 dias atrás -
-Mas meu Senhor , não se sinta desrespeitado , mas...é racional deixar tão rapidamente uma...hã...cria sozinha?
-Não há com o que se preocupar , criança.-Ele me disse em um tom harmonioso-Você me surpreendeu com a rapidez a qual aprendeu as coisas que lhe passei conhecimento para que aprendesse , e, veja bem , eu sou um...pesquisador , partirei para buscar informações valiosas e reportar a Seita. Você ficará bem , na hora certa , a Seita irá lhe chamar para sua primeira grande empreitada , precisará entrar em um bando. Não se preocupe , fora os superiores que contatei sobre você , ninguém mais saberá tua linhagem.
E foi assim então que Lucius foi ‘descoberto’ em Montreal por um Bispo do Sabá , o Brujah Antitribu chamado Dimitri. Ele então disse que Manfred precisava ser iniciado em um dos bandos da cidade e o levou até a cobertura do Ductus de uma bando recém formado ; os Temidos pela Morte. Para apresenta-lo a eles...
avatar
Lucius Manfred Kirszvein
Neófito
Neófito

Mensagens : 158
Data de inscrição : 11/11/2014
Idade : 22

Ficha do personagem
Clã: Kiasyd
Geração: Oculta
Bando: Temidos Pela Morte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum